segunda-feira, 7 de julho de 2008

Him - Play Dead


A moth into a butterfly
And a lie in the sweetest truth
I'm so afraid of life

I try to call your name but i'm
Silenced by fear of dying
in your heart once again

I see the seasons changing
And in the heart of this autumn I fall
With the leaves from the thees

I play dead
To hide my heart
Until the world gone dark fades away

I cry
Like god cries the rain
And i'm just one step away
From the end of today

I see the reasons changing
and in the warmth of the past I crawl
Scorched by the shame

I play dead
To hide my heart
Until the world gone dark fades away
I stay dead
Until you veil my scars and say goodbye to fate
Before it's too late
Before it's too late

I play dead
To hide my heart
Until the world gone dark fades away
I stay dead
Until you veil my scars and say goodbye to fate
I play dead
To hide my heart
Until the world gone dark fades away
Before it's too late

sexta-feira, 4 de julho de 2008

O Teatro Mágico - Durma Medo Meu


Todo o chão se abre
No escuro, se acostuma
Às vezes a coragem é como quando a nova lua

Somos a discórdia
E o perdão
E nos esquecemos da cor que tinha o céu
Assim como a saudade
Ou uma frase perdida

Durma, Medo Meu
Durma, Medo Meu

Um não, às vezes um "não sei"
Janela, madrugada, luz tardia
E o medo nos acorda

Pára e bate o coração
Em pura disritmia
O medo amedronta o medo
Vela, madrugada, dia,
Assim como a saudade
Ou uma frase perdida

Durma, Medo Meu
Durma, Medo Meu
O Teatro Mágico - Durma Medo Meu