segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Falamansa - Confidêmcias


Eu tenho um segredo menina
Cá dentro do peito

Que a noite passada

Quase que sem jeito

Bem na madrugada ia revelar

Foi quando um amor diferente
Tava nos meus braços

Olhei pro espaço

E vi lá no céu

Uma estrela cadente se mudar

Eu lembrei das palavras doces
Que um dia falei pra alguém

Que tanto tanto me amou

Me beijou como ninguém

Que flutuou nos meus braços

Mudou os meus planos

E nossos segredos confidenciamos

Sem hesitar


laiá laiá
laiá laiá
laiá laiá Lá

Lá laiá laiá

laiá laiá

laiá laiá Lá


Mas é que eu tenho um segredo menina

Cá dentro do peito

Que a noite passada

Quase que sem jeito

Bem na madrugada ia revelar


Foi quando um amor diferente

Tava nos meu braços

Olhei pro espaço

E vi lá no céu

Uma estrela cadente se mudar


Mas eu lembrei das palavras doces

Que um dia falei pra alguém

Que tanto tanto me amou

Me beijou como ninguém


Que flutuou nos meus braços

Mudou os meus planos

E nossos segredos confidenciamos

Sem hesitar


laiá laiá (ha ha!)

laiá laiá

laiá laiá Lá

Lá laiá laiá

laiá laiá

laiá laiá (simbora!)

Forrozinho...

Mas é que eu tenho um segredo menina
Cá dentro do peito

Que a noite passada

Quase que sem jeito

Bem na madrugada ia revelar


Foi quando um amor diferente

Tava nos meu braços

Olhei pro espaço

E vi lá no céu

Uma estrela cadente se mudar


Mas eu lembrei das palavras doces

Que um dia falei pra alguém

Que tanto tanto me amou

Me beijou como ninguém


Que flutuou nos meus braços

Mudou os meus planos

E nossos segredos confidenciamos

Sem hesitar


laiá laiá

laiá laiá

laiá laiá Lá

Lá laiá laiá

laiá laiá

laiá laiá Lá

Falamansa - Confidência

Nenhum comentário: